Curiosidades

15 Frutas exóticas que parecem ter saído da ficção científica

Não! Você não está em um episódio de STAR TREK! E muito provavelmente depois de conferir esses exemplares exóticos de frutas, sua volta na seção de hortifruti de um supermercado moderno já não será mais tão interessante, pois se antes tínhamos a impressão de que ali havia uma grande variedade de opções de frutas, a realidade agora é que o que vemos não passa de uma pequena mostra da bagagem de frutas que encontramos na natureza.

O mundo está cheio de guloseimas bizarras e exóticas que você provavelmente nunca ouviu falar antes. Então viva um pouco, e tente algo diferente. As maçãs e as laranjas parecerão agora frutinhas ordinárias depois que você der uma conferida nestas opções selvagens e deliciosas.

ackee

1 – Ackee

Você tem que elogiar a coragem dos primeiros que tentaram comer esses frutos de aparência estranha, visto que quando não está completamente madura, a fruta é altamente tóxica, devido a um gás venenoso chamado hipoglicina, o qual se dissipa de forma natural quando a fruta madura e se abre como uma flor. O ackee é chamado às vezes um “cérebro vegetal” porque somente os gomos internos, em forma de cérebro, amarelados são comestíveis. Nativa da África Ocidental tropical, esta fruta foi importada e cultivada na Jamaica, Haiti e Cuba e é incorporada em alguma cozinha caribenha.

A revista Time aponta que, se devidamente consumida, essa fruta de aparência estranha também pode torná-lo bastante doente. Ele pode causar o que é conhecido como Doença do Vômito Jamaicano que, além de vômitos, também pode levar a coma ou morte. E aí, vai encarar?

rambutan in natura

rambutan in natura

2 – Rambutan

Nativo do arquipélago malaio, o nome desta fruta é derivado da palavra malaio que significa “peludo”, e você pode ver porquê. Mas uma vez que o exterior peludo do rambutan é descascado, o fruto tenro, carnoso, delicioso é revelado. Seu sabor é descrito como doce e azedo, muito parecido com uma uva. Embora tenha sua origem no sudeste da Ásia, rambutan foi importado em todo o mundo, e agora é comumente cultivada tão perto de casa como o México e o Havaí.

Rambutans são geralmente comido cru, mas às vezes são cozidos com açúcar e cravo e comido como uma sobremesa.

Physalis

Physalis

3 – Physalis

Estes frutos encerrados em uma casca incomum, lanterna-como são parte da família nightshade e, assim, compartilhar uma relação com os tomates muito mais familiar, pimentas e berinjelas. Uma vez que tem uma acidez leve, refrescante semelhante ao tomate, ele pode ser usado em muitas das mesmas maneiras. Imagine desfrutar de algumas massas com molho de physalis fresco!

É encontrada no mercado a preços elevados, mas, apesar disso, no Norte e Nordeste do nosso país ela é comum nos quintais e chamada por nomes bem brasileiros: camapum, joá-de-capote, saco-de-bode, bucho-de-rã, bate-testa e mata-fome.

Originários das Américas, são tipicamente importados da América do Sul.

jabuticaba

4 – Jabuticaba

Típica da Mata Atlântica, a jabuticabeira (Myrciaria cauliflora) ocorre, naturalmente, de forma mais concentrada, na região Sudeste. A fruta da jabuticaba é incomum em que parece florescer para a direita fora da casca e do tronco de sua árvore. A árvore pode mesmo olhar coberto em verrugas roxas ou pimples quando está inteiramente na estação.

Os frutos verdes, aos poucos, se tornam roxos e, depois, escurecem até o negro-brilhante. A polpa, suculenta, mole e esbranquiçada, pode ter até 4 sementes. Pesquisas mostram que produtos feitos com a jaboticaba possuem benefícios antioxidantes, contendo até 3 vezes mais polifenois. Os polifenois podem significar melhora da qualidade de vida para pacientes diabéticos e portadores de doenças como o mal de Alzheimer.

Pepino Africano

Pepino Africano

5 – Pepino africano

Quando é exportado para os EUA, o pepino africano é muitas vezes rotulado como um melão kiwano. Com seu exterior amarelo picante e suculento interior verde, esta é uma fruta com contrastes vibrantes. Tem gosto de um cruzamento entre um pepino e um abobrinha, e é rico em vitamina C e fibra. Nativo da África, tem sido exportado e cultivado tão longe como a Nova Zelândia, Austrália e Chile.

Acha que este fruto parece de outro mundo? Curiosamente, uma vez foi apresentado em um episódio de “Star Trek”.

Durian

Durian

6 – Durian

Reverenciado no sudeste da Ásia como o “rei das frutas”, durian é relativamente desconhecido aqui no Brasil. O famoso naturalista Alfred Russel Wallace (que, como Darwin, descobriu independentemente a teoria da seleção natural) descreveu sua carne como “um rico creme altamente aromatizado com amêndoas”. Esta fruta grande pode ser reconhecida por sua casca espinhosa e odor pungente, que foi comparado ao cheiro de meias de ginásio ou cebolas podres. Que não pode soar apetitosas, mas para aqueles que gostam, o cheiro vale a pena o sabor.

A revista Smithsonian descreve o gosto como “celestial”, mas cita o naturalista francês Henri Mouhot: “Ao experimentá-lo pela primeira vez, pensei que fosse como a carne de algum animal em estado de putrefação”. Porém apesar do aroma, é uma fruta nutritiva e ótimo para a saúde

Miracle Fruit

Miracle Fruit

7 – Miraclefruit

Nativa para a África Ocidental, esta baga tem o seu nome de sua incrível capacidade de fazer frutas azedas (como limões e limas) sabor doce vez, quando os sucos são misturados. Ele realiza essa façanha utilizando uma molécula chamada miraculina, que funciona distorcendo a forma de receptores de doçura nas papilas gustativas. Seja cuidadoso, porém, porque embora o miraclefruit pode distorcer o gosto de alimentos ácidos, não muda a química do alimento. Assim, poderia deixar o estômago ea boca vulneráveis ​​à acidez elevada.

O New York Times diz que, apesar de todas as formas interessantes de interagir com outros alimentos, o fruto do milagre não é muito emocionante por conta própria. “Tem uma espiga ligeiramente doce, com polpa firme em torno de uma semente comestível, mas amargo.

Mangostão

Mangostão

8 – Mangostão

A fragrância, a carne comestível do mangostão pode ser descrito como doce e picante, ele é conhecido como o rei das frutas. Encontrado em cápsulas ou chá, ele possui um princípio ativo que acaba com a vontade de comer doces sendo também muito utilizada como complemento em dietas de emagrecimento.

O mangostão pode ser consumido em forma de suco concentrado, mas também pode-se comer a polpa branca que envolve as sementes no seu interior.

Langsat

Langsat

9 – Langsat

Estas frutas pequenas, translúcidas, são encontradas mais frequentemente no Sudeste Asiático, India e Bhutan, e foram introduzidas recentemente mesmo em Havaí. Eles podem ser bastante azedo quando não maduros, mas são perfeitamente doce quando maduro com um sabor semelhante a uma grapefruit agridoce.

Langsat tem um sabor doce e azedo, mas os maduros são doces. A fruta não é apenas popular devido ao seu sabor, mas porque cada segmento dele é um deleite saudável e delicioso.

Cherimoya

Cherimoya

10 – Cherimoya

Mark Twain referiu-se uma vez ao cherimoya como “a fruta a mais deliciosa conhecida aos homens.” Embora o seu sabor é muitas vezes comparado ao de um cruzamento entre uma banana e um abacaxi, a carne desta fruta exótica também tem sido descrito como semelhante ao bubblegum comercial.

Mas não é apenas sobre degustação comer. As sementes, folhas e outras partes da chirimoya contêm alcalóides venenosos que podem ser usados para matar piolhos, de acordo com a Universidade da Califórnia Cooperative Extension.

Embora sejam nativas dos Andes, os cherimoyas também prosperam em climas mediterrânicos, e foram introduzidos em Espanha, Itália e Califórnia, entre outros lugares.

Buriti

Buriti

11 – Buriti

Este fruto incomum está coberto de escamas avermelhadas, que devem ser descascadas para chegar à carne. Popular na selva amazônica, o fruto é muitas vezes comido raspando a carne sobre os dentes inferiores para separá-lo de uma grande semente interna. É uma excelente fonte de vitaminas A e C, ea polpa também é ocasionalmente usado para tratar queimaduras. Quando fermentado, faz um delicioso vinho exótico.

A fruta é tão popular na floresta tropical da Amazônia, diz a NPR, que as preocupações de que as pessoas estão cortando as árvores que vem de mais rápido do que eles podem naturalmente crescer.

Jaca

Jaca

12 – Jaca

Jaca, ou Artocarpus heterophyllus, é o maior fruto árvore-carregado no mundo, crescendo ao peso hefty de 80 libras. É também o fruto nacional de Bangladesh e pode ter sido cultivada na Índia há cerca de 6.000 anos. Relacionado com a fruta-pão e marang, sua carne amanteigada é espessa com fibra e muitas vezes descrito como amido em sabor. Muitos dizem que tem o gosto de uma cruz entre uma maçã, abacaxi, manga e banana.

Uma maneira popular de preparar esta fruta é fritar-a profundamente em microplaquetas crus do jackfruit.

Monstera Deliciosa

Monstera Deliciosa

13 – Monstera deliciosa

Nativa das florestas tropicais da América Central, monstera deliciosa parece mais uma espiga de milho do que uma fruta. Para chegar à sua carne de abacaxi, a escamosa exterior deve ser descascada e delicadamente preparado. Curiosamente, esta fruta leva até um ano para amadurecer e ser seguro o suficiente para comer – pode ser tóxico se não maduros. Na verdade, todas as partes de Monstera deliciosa são venenosas, exceto os frutos maduros.

De acordo com o Jardim Botânico Tropical Nacional, a fruta madura prova como uma combinação de banana, abacaxi e manga.

Hala

Hala

14 – Hala

A fruta da árvore Hala do Havaí é muito incomum. Dentro da casca dura, fibrosa são dúzias ou às vezes mesmo centenas de falanges de cunhas coloridas e cada uma contendo sementes dentro.

A fruta pode ser comido cru ou cozido e também pode ser usado como tipo de um fio dental natural. Os gomos individuais são muitas vezes feitas em colares ou leis. As folhas são usadas para telhados de palha, saias de grama, esteiras, cestas e são ditos ter propriedades medicinais.

Salak

Salak

15- Salak ou Snake Fruit

O salak é uma fruta oriental, característica do sudeste asiático. Também é chamada de “fruta da serpente” ou “pele de serpente” pelas características da sua casca e sua carne é ligeiramente ácida, o gosto amargo e doce é semelhante ao abacaxi. Salak contém uma infinidade de nutrientes vitais para o corpo, como proteínas, cálcio, ferro, potássio, vitamina C, beta-caroteno e principalmente carboidratos.

Anterior Próxima

You Might Also Like

  • Gostei muito do site, parabens!

  • wi

    perto de casa tem uma arvorezinha que dá pequenos frutos parecidos com um cajú mesclado com uma romã mas com gosto de pêssego, alguém sabe que fruta é essa?

  • Marcos Vinicius Bello

    só um adendo de que frutas exóticas são mais do que ´´frutas incomuns´´. exotico se refere às frutas estrangeiras, em contraponto com as frutas nativas, próprias de tal região. aparentemente a lista é americana, pela forma de tradução e que a jabuticaba não é fruta exótica para nós, brasileiros. no mais, excelente lista. ja provei algumas, quero provar todas um dia <3

    • Cícero Cristino

      Olá Marcos, ficamos muito felizes com teu feedback. A lista foi extraída de várias pesquisas na web – não é exclusivamente norte-americana – e usamos o termo “exótica” para expressar que não é comum; que expressa extravagância ou excentricidade. A jabuticaba pode ser comum para nós, mas temos leitores de diversas regiões e nacionalidades também. =] No mais é fazer como você mesmo o fez… experimentar. =D