Informativo

Dicas pra inspirar você que luta por libertação Animal.

Quase todos os dias eu recebo prints de amigos se queixando de gente das trevas criticando, fazendo calúnia e os desestimulando… NÃO desanimem, amigos que trabalham pelos animais! Vou dar algumas dicas do que eu mesma faço pra não ficar intoxicada com o mal cheiro do ódio dessas pessoas e poder seguir na luta por libertação Animal.

*você vai ouvir falar mal até dos anjos, dos deuses, da luz… Vai ouvir falar mal de gente que faz, vai ouvir falar muito mal do Flavio Giusti, da Luisa Mell, do Fabio Chaves do Vista-se, do Paul MacCartney, do Morrissey, do filme Okja, do Gary Francione, do Gary Yourforsky, do palhaço piccolino, do bolo de fubá vegano da sua vó… NÃO dê ouvidos!

1- Não entre em página de ninguém! Assim você só vê algo sobre você se a pessoa tiver coragem pra te marcar e nessa etapa você já elimina os covardes.

2-Se algum amigo te mandar prints, agradeça mas não leia, não dê importância, faça de conta que o traste em questão é um desenho animado, e se puder aproveite e ria.

3- Lembre-se que seu trabalho abolicionista não é pra você ou para indivíduos e sim para a libertação de inocentes, e eles não podem esperar a gente resolver todas as picuinhas ridículas que nossa espécie propõe toda hora.

4-Se houver um confronto, reze pro deus que você acreditar, leia Spinoza, cante Pearl Jam, envolva-se num resgate ou auxílio a um animal e deixe o babaca falando sozinho.

5-Nunca esqueça que haters não vem com uma tarja na testa escrito “Hater”, muitas vezes são crianças, pessoas meio legais e até senhorinhas idosas que são humanos e portanto cheios de podridão como todos nós, e desenvolva um pouco de compaixão pra não atrasar sua vida sentindo o mesmo ódio que ele.

6-A maioria das pessoas que criticam de forma cruel o seu trabalho não é o adversário (pois isso seria óbvio) e sim quem deveria ser parceiro, então entenda que o que essa pessoa sente é INVEJA, inveja e inveja pura, e a inveja não é racional, é uma doença que a pessoa não consegue dissipar. Não entre nisso, apenas tente se manter afastado.

7- Procure entender que quem se porta como hater do seu trabalho são pessoas obcecadas por você, é um tipo de paixão, NÃO tente agradar seu hater, ele sente prazer em implicar com você e te odiar, se você tentar agradá-lo vai jogar seu tempo no lixo, porque NÃO há NADA que ele não vá sentir prazer em criticar e tentar te caluniar. NADA mesmo. Não subestime a raiva das pessoas, deixe que elas mesmas se virem com isso.

8- Faça seu trabalho do jeito que puder, melhore a cada dia, estude mais, desenvolva mais fé, mais força, mais amor, cuide de TODOS os que estiverem ao seu alcance, seja quem for, humanos, animais, plantas, pedras, desenvolva mais compaixão, trabalhe firme e quando doer algo em você, pense nos ANIMAIS, nos ANIMAIS, nos ANIMAIS.

Boa sorte e conte comigo!?

Anterior Próxima

You Might Also Like

1 Comentário

  • Responder Vinícius (Vi) 8 de dezembro de 2017 at 16:41

    Amei as dicas, Nana Índigo!! Canto sempre Pearl Jan pra desanuviar. Realmente não se pode alimentar os covardes. Confesso que tenho caminhado com calma na ética vegana, porque topei com muitos baluartes do machismo tradicional e suas vertentes religiosas. Mas acredito/sinto que já estamos em outro tempo. Por exemplo o médium Divaldo Franco – que é o mais reconhecido no mundo hoje – disse claramente que já estamos na Nova Era. Estou trabalhando em unir a perspectiva ética e espiritual. O mundo já tem seus fanáticos, que só geram revoltas. Já uma fé com a razão e o sentimento juntos toca as pessoas.

    Gratidão.
    Paz e Luz na jornada.

  • Deixe seu comentário